Posts tagged Mossoró

Divipoe apreende 15 quilos de maconha em Mossoró

Portal B.O – A Divisão de Policia do Oeste (Divpoe) realizou a apreensão de aproximadamente 15 quilos de maconha, nesta segunda-feira (14), durante uma operação realizada na cidade de Mossoró. O flagrante foi feito na rua Calistrato, no bairro Barrocas. De acordo com a polícia, a droga estava prensada e também foi apreendida balança de precisão.

A operação foi comandada pelo delegado Renato Oliveira, após os agentes terem investigado o comércio de drogas naquela localidade nos últimos dias. A polícia já sabia que o ponto era usado como boca de fumo, mas estava esperando o carregamento maior da droga para poder realizar o flagrante.

Quando os policiais foram fazer a abordagem, um homem que estava na casa conseguiu fugir, mas uma adolescente de 16 anos, que seria namorada dele, acabou sendo detida. Ela foi encaminhada para a Delegacia do Adolescente Infrator e a droga deverá ficar sob responsabilidade da Delegacia de Narcóticos, que passará a investigar o caso.

droga apreendida pela Divipoe - (FOTO: Marcelino Neto de O Câmera)



Mossoroenses terão Copa em HD pela Band

A Bandeirantes Natal vai proporcionar uma Copa diferente aos Mossoroenses. A partir de junho, mês que começa a competição, a televisão vai transmitir toda programação com imagens em HD (High Definition).

A Band é a primeira emissora comercial a funcionar em alta definição em Mossoró. Os equipamentos que vão permitir essa evolução na qualidade da imagem, já estão sendo instalados na cidade e o projeto deve ser concluído até maio.

Pelo canal 24, os mossoroenses poderão assistir diariamente às 15 horas de cobertura da Copa do Mundo 2014 e acompanhar os mais de 1000 profissionais envolvidos na transmissão dos jogos.



Acusados da morte de cinegrafista em Mossoró estão na cadeia; veja vídeo

Edinaldo Moreno do Jornal De Fato – Os acusados da morte do cinegrafista José Lacerda da Silva já estão presos na Cadeia Pública Manoel Onofre Lopes. Silas Domingo de Oliveira, 25 anos (foto), e Silanei Domingo da Silva Oliveira, 19 anos, foram presos nesta quinta-feira, 20, por volta das 16h.

Os dois tiveram prisão temporárias (30 dias) decretadas pelo juiz Pedro Caldas Neto, com o parecer positivo do promotor de Justiça Armando Lúcio Ribeiro. O pedido de prisão temporária foi feito pelo delegado Clayton Pinho, da Delegacia de Homicídios.

Os dois irmãos confessaram o crime a Polícia. Em entrevista coletiva realizada na tarde desta quinta, o delegado Clayton Pinho divulgou detalhes da morte de Lacerda. Quem atirou em Lacerda foi Silas Domingo e Silanei Domingo é considerado cúmplice do assassinato do cinegrafista que comoveu toda população mossoroense.

O motivo da morte do cinegrafista foi uma discussão com Silas Domingos no último domingo, 16. Eles estavam retornando de um bar, onde os dois irmãos, Lacerda e mais duas pessoas estavam no carro, mas que não tiveram as identidades reveladas pela polícia.

O cinegrafista terminou assassinado por ter pedido ao Silas Domingos para dirigir devagar, sem fazer zig zag. Por esta razão os dois começaram a discutir, terminado com Silas espancando Lacerda e depois atirando três vezes.

Veja o vídeo



Cinegrafista da TCM foi assassinado em tentativa de assalto na cidade de Mossoró

J Lacerda foi atingido por disparos efetuados por assaltantes em Mossoró - (FOTO: Jornal De Fato)

Cézar Alves do Jornal De Fato – O cinegrafista José Lacerda, irmão do jornalista Aurivan Lacerda (SBT-Tocantins) e do radialista J. Grandão (Luis Gomes/RN), foi morto a tiros supostamente por assaltantea no início da noite deste domingo, 16, em frente ao um supermercado da Avenida Alberto Maranhão, no bairro Belo Horizonte, zona Sul de Mossoró.

As primeiras testemunhas contam que o assaltante chegou e pediu o carro. Lacerda teria entregue as chaves, porém terminou reconhecido e alvejado duas vezes. Também existe a versão de que dois homens num carro de cor escura se aproximaram dele e abriram fogo.

A vítima foi socorrida pelo SAMU para o Hospital Regional Tarcísio Maia, aonde já chegou sem vida e foi levado direto para a cripta. A identificação só aconteceu por volta das 21h30, com a localização da esposa da vítima, que foi ao hospital reconhecer o corpo.

Neste momento (23h), o fato está sendo comunicado a Policia Civil, para que seja requisitado a remoção do corpo para exames no Instituto Técnico-científico de Policia (ITEP). Em seguida, será feita a liberação para velório e sepultamento.

O De Fato.com ainda conseguiu contato com o Aurivan Lacerda, no Tocantins (TO), para saber detalhes do velório e sepultamento. A mulher de Lacerda está muito abalada com os filhos em casa. Lacerda não tem famíliares em Mossoró. Ele é natural de Luis Gomes, no Alto Oeste.

O caso, por ter elementos que indicam assalto seguido de morte, possivelmente será investigado pelos policiais da Delegacia Especializada em Furtos e Roubos (DEFUR). O levantamento inicial do crime está sendo feito pelo delegado Roberto Moura, do Plantão.

Lacerda deixa mulher e sete filhos.



Mossoró: Justiça condena vereadores e ex-vereadores por improbidade

O Juiz de Direito da Vara da Fazenda Pública de Mossoró, Airton Pinheiro, condenou vereadores e ex-vereadores do município de Mossoró por atos de improbidade administrativa. A ação civil de improbidade administrativa n° 0600482-25.2009.8.20.0106 foi movida pelas Promotorias de Justiça do Patrimônio Público da Comarca.

Os parlamentares e ex-parlamentares terão a suspensão de direitos políticos por prazos de oito a 10 anos. Também estão proibidos de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente – ainda que seja por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário – por períodos que vão de cinco a 10 anos. Além disso, ainda terão que pagar multa civil e ressarcir o Erário Municipal. Dois demandados, em específico, foram condenados apenas ao ressarcimento de valores aos cofres públicos.

As multas individuais variam entre R$ 46.647,99 e R$ 70.540,42. Já os montantes que devem ser devolvidos aos cofres públicos, também de forma individual, ficaram entre R$ 8.569,19 e R$ 35.270,21. O Magistrado ainda estipulou que a quantia de R$ 238.136,99 deve ser ressarcida ao Erário Mossoroense em caráter solidário pelos demandados.

Na ação civil pública de improbidade administrativa o Ministério Público Estadual alegou que os vereadores e ex-vereadores cometeram atos tipificados nos artigos 9º, incisos I e XI; 10º, incisos I, IX, XI e XII; e 11º, inciso I da Lei de Improbidade.

Entre 2005 e 2007 teria ocorrido um esquema de apropriação indevida de recursos públicos no âmbito da Câmara Municipal de Mossoró. Segundo o Ministério Público, o esquema – que teria sido fruto de um acordo entre o presidente da Câmara e os demais requeridos (estes vereadores de Mossoró à época dos fatos) visando a reeleição para o cargo de presidente da Casa Legislativa – funcionava através da contratação de empréstimos consignados por parte dos vereadores junto à Caixa Econômica Federal.

Na ação, o Ministério Público Estadual comprova que estes empréstimos eram pagos pela Câmara Municipal, embora não fossem descontados das remunerações dos vereadores requeridos, de maneira a permitir que os réus aumentassem suas rendas às custas do Erário de Mossoró.

Na sentença o Juiz de Direito Airton Pinheiro afirma que “indubitavelmente, o caso versado nos autos consistiu em um engendrado atentado à integridade do dinheiro público, no qual se fez uso, inclusive, do expediente da contratação dos empréstimos consignados como um meio de ‘maquiagem contábil’, a fim de travestir a apropriação dos recursos da Câmara Municipal por parte dos demandados acima mencionados”.

Confira o processo em link para o SAJ do Tribunal de Justiça.



MPF denuncia quatro envolvidos na morte de agente penitenciário em Mossoró

O Ministério Público Federal (MPF) em Mossoró denunciou Expedito Luís de Carvalho, o “Luizinho”; Emerson Ricardo Cândido de Moraes, o “Magão”; Lucieldson Soares da Silva, conhecido como “Pirrola”; e Antônio Vieira Ribeiro Júnior, o “Juninho Queimado”, pelo assassinato do agente penitenciário federal Lucas Barbosa Costa, ocorrido em 17 de dezembro de 2012, em Mossoró.

O MPF pede a condenação dos quatro por homicídio qualificado (artigo 121, § 2º, incisos II, III e IV, Código Penal Brasileiro), ocultação de cadáver (art. 211) e associação criminosa (art. 288). A denúncia considera que o crime foi cometido por motivo fútil, de forma cruel e mediante meio que dificultou a defesa da vítima, logo após o terem identificado como agente penitenciário federal.

As investigações apontaram que, no dia do assassinato, por volta das 19h, o grupo estava realizando assaltos a residências no bairro do Alto de São Manoel, quando abordaram e dominaram a vítima no momento em que Lucas Barbosa se aproximava de sua casa. Os criminosos identificaram o agente e decidiram, então, matá-lo.

Parte da quadrilha entrou no carro da vítima e seguiu em direção à estrada da Raiz, enquanto o restante acompanhava o trajeto em outro veículo. Ao chegar ao destino, eles vestiram o uniforme de agente penitenciário na vítima e amarraram Lucas Barbosa. Os denunciados atiraram pelo menos 14 vezes contra a vítima, utilizando-se de ao menos três armas, calibres .38 e .40.

De acordo com o inquérito policial, os quatro integram uma quadrilha ainda maior e respondem por diversos crimes, sendo “bandidos conhecidos na cidade de Mossoró”. Logo após assassinarem o agente penitenciário, eles esconderam o cadáver no mato e colocaram fogo no veículo da vítima.

Durante a ação, “Luizinho” colocou seu chip no celular de Lucas Barbosa e efetuou diversas ligações para os demais membros da quadrilha, como forma de se comunicar diretamente do carro do agente com o outro automóvel utilizado na fuga.

Nesse cenário, avulta que a intenção dos réus, após descobrirem que a vítima era um Agente Penitenciário Federal, foi a de por fim à vida de Lucas Barbosa Costa, uma vez que este não fez um único disparo sequer e nem reagiu à suposta tentativa de assalto, enquanto os réus efetuaram mais de 14 tiros, todos eles certeiros e a maioria em regiões vitais, como tórax e cabeça”, descreve a denúncia do MPF.

A ação irá tramitar na 8ª Vara Federal, em Mossoró, sob o número 0001882-81.2013.4.05.8401.



Ossada humana encontrada em Mossoró pode ser de adolescente natural de Currais Novos

Um caçador encontrou no final da tarde desta quinta-feira, (26), uma ossada humana que pode ser do adolescente, identificado com Pablo Eduardo da Silva Lima, de 16 anos, natural da cidade de Currais Novos/RN.

Ao lado da ossada foram encontrados ainda, vários objetos como carteira de identidade e dois papelotes com fotos 3×4 de um adolescente. Os policiais e peritos do ITEP que estiveram no local não puderam afirmar se os documentos e as fotos encontradas são da pessoa ali encontrada morta.

Pelo estado de esqueletização apresentado, é possível que o corpo tenha sido deixado no local há pelo menos 30 dias. Não foi possível identificar sinais de violência nos ossos.

Todo o material encontrado estavam se desintegrando e os ossos espalhados em uma área de aproximadamente 15 metros.

Fotos: Marcelino Neto (O Câmera)



Mulher é presa com televisão recheada de drogas e celulares que seriam entregues em presídio de Mossoró

Televisor recheada com celulares e drogas - (Foto: Marcelino Neto)

Agentes das Delegacias de Combate ao Tráfico, Homicídios e da 1ª Distrital, prenderam no final da manhã deste domingo (08), uma mulher, com um aparelho de televisão, que tinha em se interior, 01 punhal, 05 facas peixeiras, 03 aparelhos de celular e 04 pacotes com aproximadamente 2 quilos de maconha.

A mulher foi identificada como Eliene Soares de Souza, 39 anos de idade, residente na Rua Marechal Hermes no bairro Bom Jardim em Mossoró/RN. Ele disse que o material não era seu, apenas estava preparando para entregar a uma pessoa que viria pegar na sua casa.

Para localizar a droga dentro do televisor os agentes contaram com a participação da cadela “Laica” da raça Labrador que esta em fase final de treinamento. Na sua primeira operação a cadela deu a pista para os investigadores do local onde o entorpecente estava escondido.

Todo o produto e a acusada foram conduzidos para a Delegacia e apresentados a autoridade de Plantão. Eliene Soares de Souza deverá aguardar a decisão da justiça, na Cadeia Publica Juiz Manoel Onofre de Souza.

Com informações de Marcelino NetoO Câmera



Polícia Civil realiza operação e prende quatro em Mossoró/RN

A Delegacia Especializada em Homicídios (DEHOM) de Mossoró/RN deflagrou uma operação, na manhã desta quinta-feira (05), para dar cumprimento a mandados de busca e apreensão e mandados de prisão de autores de crimes de homicídio. Ao todo quatro pessoas foram presas.

A operação contou com o apoio de cerca de 40 policiais civis da cidade de Mossoró e região. Foram cumpridos mandados de prisão contra José Carlos Ferreira de Lima, Jhonatan Batista de Souza e Alex Batista da Silva. Com este último foi apreendido um revólver de calibre 38 e 10 munições de igual calibre.

Além dessas prisões, a equipe da DEHOM prendeu em flagrante um homem identificado como Matheus Jannio Dantas de Freitas, que estava de posse de várias munições de calibre 38. Outro detido de nome Alcemberg Gleyton Lima da Silva estava na posse de uma pequena quantidade de maconha, e foi encaminhado à delegacia para responder a um Termo Circunstanciado de Ocorrência.



João Maia entra na luta pela duplicação da Avenida Francisco Mota em Mossoró

O coordenador da Bancada potiguar em Brasília, deputado federal João Maia (PR) recebeu em seu gabinete, na manhã desta quarta-feira (04), a prefeita de Mossoró, Cláudia Regina (DEM). Na ocasião, Cláudia pediu o apoio do deputado na luta pela concretização de um antigo sonho do povo mossoroense, que é a duplicação da Avenida Francisco Mota, uma das principais da cidade. O trecho faz parte da BR-110, também conhecida como a Estrada do Sal que liga os municípios de Campo Grande à Areia, e que vem sendo construído, com recursos do Governo Federal, através da emenda destinada pelo deputado federal João Maia.

O deputado abraçou a luta e acredita que os recursos da emenda que ele apresentou ao Orçamento de 2014, para implantação e readequação da Malha Rodoviária Federal no Rio Grande do Norte, contemplará o pleito de Cláudia Regina e do povo de Mossoró. Ao deixar a reunião, a prefeita comentou em seu twitter: “Em visita ao Deputado João Maia saio confiante que o sonho da duplicação da Francisco Mota vai se concretizar. Excelente”.



PF apreende 241 quilos de maconha em Mossoró

Um trabalho em equipe realizado por policiais federais da Delegacia da PF em Mossoró/RN e da Superintendência de Natal, resultou nesta quinta-feira, 14 de novembro, na apreensão de 241 quilos de maconha na cidade de Mossoró, distante 280 km da capital e na prisão de dois homens, de 32 e 28 anos, respectivamente, e de uma mulher, 22 anos, todos potiguares.

Aproximadamente há um mês, a PF vinha investigando a informação de que pessoas estariam trazendo droga do sul do país para ser distribuída na “Capital do Oeste” e Região.

Por volta das 08h de hoje, no bairro Alto Sumaré, saída para Upanema/RN, os policiais abordaram um veículo Ford Fiesta, com placa de São Paulo/SP, que levava três ocupantes no seu interior. Ao ser procedida a revista no veículo, foram encontradas seis caixas de papelão que estavam sobre os bancos e, dentro delas, vários tabletes de maconha.

De imediato, o trio recebeu voz de prisão e em seguida foi conduzido para autuação na sede da delegacia, onde, em depoimento, todos se negaram a fornecer detalhes sobre a pessoa a quem adquiriram a droga em São Paulo, bem como, a quem seria repassada na cidade de Mossoró.

Um dos envolvidos, que possui antecedentes pelo mesmo tipo de crime e que já havia sido preso anteriormente na Bahia, disse que receberia cerca de R$ 5.000,00 caso a droga tivesse sido entregue ao destinatário.

Após autuados, os suspeitos foram encaminhados à Cadeia Pública de Mossoró, onde aguardarão o pronunciamento da justiça.

Com mais esta apreensão, a Polícia Federal já contabiliza quase uma tonelada de drogas apreendidas em 2013, no Rio Grande do Norte. A maior quantidade é de maconha.



Médico é encontrado morto dentro de apartamento em Mossoró/RN

O médico Adriano Nogueira morreu em seu apartamento em Mossoró - FOTO: (De Fato)

Cézar Alves/Jornal De Fato - O médico Adriano Nougueira da Silva, de 24 anos (foto), foi encontrado morto em seu apartamento, onde morava só, na manhã deste domingo, 29, em Mossoró.

Ao lado do corpo, havia algumas ampolas de Midazolam, uma espécie de psicotrópico que atua no sistema nervoso central. Induz ao sono e se tomado em excesso mata.

Na noite deste sábado, Adriano deveria ter dado plantão na Unidade de Pronto Atendimento do Aldo São Manoel, 28, em Mossoró, mas não apareceu.

Os colegas dele da unidade entraram em contato com a mãe dele, que informou que ele morava só. Foram ao apartamento dele e já o encontraram sem vida. Ainda o levaram para o UPA, mas era tarde.

Além de trabalhar na UPA do Alto São Manoel, o jovem médico Adriano Nogueira também prestava serviços no Hospital Regional Tarcisio Maia e no Wilson Rosado.

Filho de um mototaxista Alderi e da dona de casa Aldenora, Adriano havia se graduado em medicina pela UERN em 2009. Estava começando a carreira, tida como promissora pelos companheiros de trabalho no HRTM, HWR e no UPA.

O velório será na Igreja Evangélica, da Rua Sérvulo Marcelino, no Grande Alto São Manoel.



Corpo de mossoroense acusado de vários homicídios é encontrado em decomposição

De O Camera – Policias militares de Mossoró, foram acionados através da Central de Operações – COPOM, na manhã de terça feira, (24), para atender uma ocorrência de encontro de cadáver, que inclusive já estava em adiantado estado de putrefação. O local é um matagal às margens Avenida Professor Antônio Campos, próximo ao Conjunto Geraldo Melo.

Os policiais o homem como sendo, Adenilson de Souza Santos, conhecido por “Veinho”, de 27 anos, morador da favela do Pirrichil, que estava desaparecido de casa desde o último sábado. Segundo a família, Veinho foi visto pela última vez por volta do meio dia e quando saia não dizia para onde e nem o que iria fazer

Um aparelho celular foi encontrado ao lado do corpo. Ele tinha uma tatuagem de São Jorge na coxa da perna direita, foi o que ajudou a polícia a identificá-lo.

A causa da morte, de forma oficial, só será divulgada pelo Itep, depois da necropsia. O homem era acusado de dezenas de crimes na cidade de Mossoró.

O corpo de Veínho (em destaque na foto) estava em adiantado estado de decomposição - (FOTOS: Marcelino Neto)



Jucurutu: Acusados da morte de Abemor Pereira são julgados em Mossoró

Do Jornal De Fato – Segurança do Fórum Desembargador Silveira Martins reforçada nesta sexta-feira, 13 de setembro. É de julgamento de Ronaldo de Medeiros Guedes, Juscelino Lima de Araújo e do famoso pistoleiro Humberto Alves Saldanha, o Galego de Antenor.

Os três vão responder pelo assassinato o comerciante Abenor Pereira de Araújo, ocorrido no Distrito de Barra de Santana, zona rural de Jucurutu, no dia 18 de janeiro de 2008. Abenor foi executado por vingança com tiros de espingarda calibre 12.

Conforme denúncia do Ministério Público Estadual, além dos três que estão sendo julgados hoje em Mossoró, existe um quadro denunciado pelo crime. Trata-se do então vereador Francisco Erisvaldo de Medeiros, o Vadinha, que passou muito tempo foragido.

O crime teria sido a mando do então vereador Vadinha o outro réu. Galego de Antenor teria sido o executor da trama que o Ministério Público Estadual classificou como consórcio para matar O comerciante Abenor Pereira de Araújo por motivo de vingança.

Devido a periculosidade de Galego de Antenor e o poder político dos acusados em Jucurutu, o processo foi desaforado para Mossoró. O julgamento começou às 9h, com o sorteio do Conselho de Sentença seguido dos depoimentos das testemunhas e acusados em plenário.

Os trabalhos tem na presidência o juiz José Ricardo Dahbar Arbex.



Justiça bloqueia R$ 364 mil do Estado para melhorias no CIAD e CEDUCs

A Juíza Anna Isabel de Moura Cruz, da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Mossoró, determinou o bloqueio de recursos públicos estaduais no montante de R$ 364.483,32 para reforma geral do Centro Educacional Ceduc-Santa Delmira, do Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente Infrator (Ciad) e do Ceduc-Internação, instituições localizadas no município. O montante estava previsto no Orçamento Geral do Estado 2013.

O bloqueio é decorrente de três ações civis públicas ajuizadas pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) contra o Estado. Nas decisões, a Magistrada determina, ainda, que o Estado apresente um plano de execução das obras e instalações a serem efetivadas nas instituições, no prazo de 30 dias.

O Estado também terá que informar se os recursos financeiros serão suficientes para realizar todas as obras previstas para as três unidades integrantes do sistema socioeducativo potiguar na cidade de Mossoró. Do montante de R$ 364,4 mil são R$ 78.080,22 a serem destinados para Ceduc-Santa Delmira; R$ 137.695,61 para o Ciad e outros R$ 148.707,49 para o Ceduc-Internação Mossoró.

Outra determinação da Juíza é que o Estado deflagre um processo seletivo para contratação temporária de dois assistentes sociais, um psicólogo e um advogado para atuarem no Ceduc-Santa Delmira, num prazo de 60 dias. Para o Ceduc-Internação Mossoró, o Estado deverá disponibilizar em 10 dias, dois policiais militares por turno de serviço.

Outras decisões

A Magistrada Anna Isabel de Moura Cruz também despachou outras decisões relacionadas a crianças e adolescentes em conflito com a lei. Na ação civil pública nº 0109492-14.2013.8.20.0106 foi determinado que o Estado, em 60 dias, lote servidores da Fundação Estadual da Criança e do Adolescente (Fundac) no Pronto Atendimento de Mossoró, que recebe os adolescentes apreendidos em flagrante.

Para o Ceduc-Internação Mossoró, no âmbito da ação civil pública nº 0004154-22.2011.8.20.0106, foi determinado o limite de 20 vagas, sendo que quando a reforma na estrutura física da unidade for concluída, assim como o corpo de profissionais que trabalham no local, estiver adequado, o número de vagas para internos deverá ser 48 adolescentes.

Quanto a ação civil pública n° 0002259-89.2012.8.20.0106, a Magistrada determinou que a Fundac pague de forma imediata multa por ter descumprido uma das cláusulas de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com o Ministério Público Estadual.

A Fundac descumpriu a obrigação de deflagrar e concluir processo seletivo de contratação temporária, seguido de concurso definitivo, para os cargos de agente educacional, psicólogo, assistente social, advogado e pedagogo, em número suficiente para o cumprimento das exigências previstas no Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase), em benefício do Ceduc-Internação Mossoró.



Justiça condena Governadora por ato de improbidade em ação do MP

Da Assessoria do MP/RN – A ex-Prefeita de Mossoró e Governadora do Estado, Rosalba Ciarline Rosado, foi condenada pela prática de improbidade administrativa, em Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte, por intermédio da 7ª Promotoria de Justiça da Comarca de Mossoró, que tramitou junto à Vara da Fazenda Pública. O Juiz de Direito Airton Pinheiro condenou a ex-Prefeita por autorizar a utilização da estrutura do Município para melhoria de um parque de vaquejada particular em Baraúna.

Juntamente com a atual Governadora, foram condenados, solidariamente, o ex-Gerente Executivo da Infraestrutura do Município, Yuri Tasso Duarte Queiroz Pinto, bem como o senhor Lauro Honorato de Oliveira, proprietário de um parque de vaquejada localizado na cidade de Baraúna.

Os ex-Gestores Públicos de Mossoró foram condenados em razão de terem autorizado a utilização de veículos e máquinários do Município (caminhões caçamba, tratores, perfuratriz, etc)  para obras de melhorias de um parque de vaquejada no município de Baraúna. Já o proprietário do empreendimento também foi condenado por ter obtido benefício direto decorrente de uma prática ilegal.

Os requeridos foram condenados pela colocação de uma camada de areia de rio na pista do terreno da pista de vaquejada, utilizando-se quatro caçambas, uma caminhoneta Toyota, uma pá mecânica, uma perfuratriz e um caminhão reboque, além do combustível necessário, e pessoal para executar os serviços.

O Promotor de Justiça responsável pela ação, Fábio de Weimar Thé, esclareceu que a utilização dos equipamentos pertencentes ao município de Mossoró em benefício de um particular é uma prática com vedação expressa na Lei de Improbidade Administrativa.

Rosalba Ciarline terá que ressarcir integralmente os danos causados ao erário, bem como pagar multa equivalente a duas vezes o valor do prejuízo. O ex-Gerente Executivo da Infraestrutura, Yuri Tasso, e o proprietário do parque de vaquejada também foram condenados ao ressarcimento ao erário.

Esta é a segunda condenação sofrida por Rosalba Ciarline, neste ano, na Comarca de Mossoró, por prática de improbidade administrativa. Em outra Ação Civil Pública ajuizada pela 7ª Promotoria de Justiça, a ex-Prefeita Rosalba Ciarline foi condenada por autopromoção em propaganda institucional do Município.

Confira a decisão



Polícia Civil faz a maior apreensão de drogas da cidade de Mossoró em 2013

Policiais Civis da Delegacia Regional e da Denarc de Mossoró prenderam no início da tarde desta sexta-feira o casal identificado como João Paulo da Silva Bezerra, gesseiro, e Salezia Ernesto de Souza, dona de casa, ambos de 26 anos. Eles são acusados de tráfico de drogas.

O casal vinha sendo investigado há algum tempo. A prisão aconteceu por volta do meio dia na residência em que moravam, localizada na Rua Chico Xavier, 161, Planalto 13 de Maio, em Mossoró. Na ocasião foram apreendidos 6 quilos de crack e um quilo e meio de cocaína, além de 3 balanças de precisão: uma grande, uma média e uma pequena.

Os presos prestaram depoimento e já foram encaminhados para o sistema prisional.

Droga foi apreendida em Mossoró pela Polícia Civil



Flagrantes policiais do Seridó poderão ser feitos em Mossoró

Os flagrantes para ser realizados pela Polícia Civil na região do Seridó, acontecerão, provavelmente em Mossoró/RN. A questão será discutida hoje, quinta-feira, (29), às 10 horas no Gabinete de Gestão Integrada da Secretaria de Segurança do Rio Grande do Norte em Natal.

Se antecipando, o delegado regional de Caicó, Petrus Antonius, confirmou que às duas delegacias, tanto a Municipal como a Regional, estão fechadas.

“Nós estamos fazendo trabalhos internos e não atendemos às ocorrências, foi assim que ficou decidido. Nós estamos em greve, temos uma pauta de reivindicações que não foi atendida ainda pelo Governo e vamos continuar na luta”, disse.

As pessoas que precisarem registrar uma ocorrência policial, terão que percorrer 180 quilômetros para fazê-lo.

Um exemplo prático de que às delegacias estão fechadas, ocorreu na noite desta quarta-feira, (28). Os policiais militares conduziram diversas ocorrências para a realização do flagrante, mas, voltaram da porta.



Mossoró: MP denuncia médico por homicídio doloso

O Ministério Público do Rio Grande do Norte, por intermédio da 5ª Promotoria de Justiça da Comarca de Mossoró, com atribuições na área criminal, ingressou na Justiça com denúncia contra um médico por homicídio doloso. O profissional, Gedegilson Galvão da Silva Moisés, teria, durante um plantão, no Hospital Regional Tarcício Maia, se negado a realizar cirurgia e a paciente faleceu. O fato ocorreu em abril do ano passado e a denúncia foi protocolada ontem, dia 30/07/2013, na 1ª Vara Criminal.

O Promotor de Justiça Ítalo Moreira Martins denuncia à Justiça que “a análise dos autos evidencia que o acusado Gedegilson Galvão da Silva Moisés, após omissão dolosa, deu causa à morte da vítima Rita Maria Batista, ocorrida no dia 05 de abril de 2012, por volta das 09h, nas dependências do Hospital Regional Tarcísio Maia, nesta cidade, quando, pelas circunstâncias, ao se omitir, assumiu o risco de produzir na mesma o resultado morte. Evidencia-se, ainda, que o denunciado deveria e poderia ter agido para evitar o óbito, pois tinha o dever legal de cuidado para com a paciente, além de ter assumido a responsabilidade de impedir o resultado (morte)”.

O médico teria se negado a realizar a cirurgia porque já estava no final do plantão. Para o representante do Ministério Público Estadual, o acusado possuía a plena ciência da gravidade da situação, todavia, optou por não fazer a cirurgia por mera “justificativa” temporal, tendo em vista que iria prolongar a permanência no hospital, para além das 19h (quando terminaria o plantão).

Pelos elementos de prova dos autos, a demora na realização da cirurgia agravou o quadro de saúde da vítima, diminuiu as chances de êxito do procedimento e contribuiu para o falecimento da paciente. “Ao se omitir, quando deveria ter agido, demonstrou o denunciado pouco apreço pela vida humana, pois dolosamente assumiu o risco de produzir o resultado morte da vítima Rita Maria Batista”, apontou o Promotor de Justiça.

Confira a íntegra da denúncia contra o médico ajuizada por representante do MPRN.

*Fonte: Comunicação Social do MP/RN



Corpo de Agente Peniciário Estadual é encontrado crivado de balas em Mossoró

Populares residentes no Conjunto Santa Helena, Zona Norte de Mossoró, encontraram no início da manhã desta terça-feira, (25), o corpo do agente penitenciário estadual, Ronildo Alves da Silva, crivado de balas no interior de seu carro, um corsa heth de placas MOA2640/RN.

De acordo com informações que chegam ao Blog (www.sidneysilva.com.br), inicialmente é aguardada a chegada do ITEP no local. O corpo será removido para ser necropsiado.

*Aguardando novas informações…



Voltar ao topo