Posts tagged Mossoró

Caicoense encontrado sem vida foi encaminhado para ser necropsiado em Mossoró

O corpo do agricultor, Francisco das Chagas Pereira de Araújo, de 38 anos, que morava na Rua Luzia Maria do Nascimento, no Bairro João Paulo II em Caicó, está em Mossoró. Ele será necropsiado no ITEP e em seguida liberado para ser sepultado. O corpo, foi encontrado nas primeiras horas da manhã deste sábado (30), no mesmo onde morava.

De acordo com informações, seu rosto estava desfigurado o que confirma que ele foi espancado brutalmente com o uso de objeto contundente.

O corpo de Francisco da Chagas, foi removido do local onde foi encontrado pelos técnicos do Itep.



Oficialmente família faz a identificação dos jovens encontrados mortos próximo ao lixão em Mossoró

JAMES MOs dois jovens encontrados mortos próximo ao lixão na estrada do Óleo em Mossoró, na manhã de terça-feira, 26 de maio, foram reconhecidos por seus familiares no Instituto Técnico e Científico de Polícia, Itep.

James da Silva de Jesus, de 25 anos de idade, era natural de Açailândia, no estado do Maranhão e residia na Rua Ricardo Guilherme de Lima, no bairro Aeroporto em Mossoró e Maxsuel Viana Aires, de 14 anos, residia na Travessa Wilson Rosado, no Ouro Negro.

Segundo o Blog O Câmera, os corpos já haviam sido reconhecidos pelas famílias, mas faltavam a documentação exigida pelo Coordenadoria de Medicina Legal “Comele” para os devidos procedimentos e liberação.

James da Silva foi liberado e sepultado no final da manhã de quinta-feira. A família de Maxsuel Viana só conseguiu a identidade e a liberação na delegacia, no final da manhã, mas por falta de uma data no documento fornecido pelo Itep, o Cartório não forneceu o documento, autorizando o sepultamento do adolescente.

Compartilhe:


Duas pessoas são baleadas no início da noite em Mossoró

Foto: Passando na Hora

Foto: Passando na Hora

Dois jovens foram feridos por disparos de arma de fogo no início da noite de terça-feira 26 de maio de 2015, nas proximidades da Escola Municipal Celina Guimarães, na Rua Tibério Burlamaqui, bairro Barrocas, em Mossoró-RN. Segundo informações repassadas a Policia Militar que atendeu a ocorrência, cerca de quatro indivíduos em duas motocicletas de cor escura, foram os responsáveis pelos disparos.

O Blog O Câmera informou que um dos jovens foi alvejado na coxa e no pé e o outro foi ferido no braço. Steffeson Bruno de Souza Macêdo, 20 anos de idade e Leandro Caetano Freitas, 21, foram socorridos para a Unidade de Pronto Atendimento do bairro Santo Antônio, e transferidos para o Hospital Regional Tarcísio Maia. Eles acreditam que foram confundidos com algum desafeto dos atiradores e segundo os mesmos não têm envolvimento com qualquer tipo de crime.

Compartilhe:


Polícia Militar capacita agentes de segurança pública em Mossoró

Curso para policiais em Mossoró

Curso para policiais em Mossoró

A Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte (PMRN), por meio do Batalhão de Operações de Policiais Especiais (BOPE), está capacitando e aperfeiçoando os operadores de Segurança Pública de Mossoró para serem multiplicadores no emprego de técnicas e táticas policiais, pautadas nos princípios legais e no respeito aos Direitos Humanos. A atividade iniciou na última segunda-feira (18) e segue até o dia 3 de junho.

O Curso, que conta com 25 alunos entre Policiais Militares, Agentes Penitenciários Federais e Estaduais, tem aulas teóricas e práticas das disciplinas, técnicas de abordagens, direitos humanos, educação física defesa pessoal, armamento e tiro, primeiros socorros, entre outros.

As aulas estão sendo ministradas nas instalações do 2° Batalhão de Polícia Militar na cidade de Mossoró, no horário administrativo, e visa o aperfeiçoamento dos agentes de segurança pública que atuam no Rio Grande do Norte. Os policiais do 2º e do 12º Batalhões também estão incluídos nesta capacitação.

Compartilhe:


Polícia prende homem com 7kg de drogas em Mossoró

Foto: Cedida

Foto: Cedida

Agentes da Delegacia Especializada de Narcóticos ( Denarc), prenderam no final da manhã desta terça-feira (19), na cidade de Mossoró, um homem suspeito praticar o crime de tráfico de drogas. Alexwel Andrade Soares foi flagrado pelos policiais com 7kg de drogas como maconha, cocaína e crack.

O alvo da equipe da especializada foi uma casa na rua Venceslau Brás, na comunidade Barrocas. O suspeito estava dentro da residência com todo o material no momento da incursão policial. Alexwel não reagiu a prisão, mas negou que se tratava de um traficante.

Depois do flagrante o suspeito foi conduzido a sede da delegacia, onde foi ouvido pelo delegado Caetano Balmam e em seguida autuado no crime de tráfico de drogas. A policia investiga se além de Alexwel existe outro homem envolvido.

Compartilhe:


Preso da Cadeia Pública de Mossoró sai para atendimento médico e morre no Tarcísio Maia

PRESO MOSSORÓ TARCÍSIO MAIA 333João Paulo Fernandes, 30 anos de idade, estava preso na Cadeia Pública Juiz Manoel Onofre de Souza, em Mossoró no Rio Grande do Norte, aguardando julgamento pela acusação de assaltos.

Segundo informações da família, ele tinha sérios problemas de saúde e precisaria de cuidados especiais e que teria sido negado.

Ainda segundo as informações, ele morreu na manhã de hoje, 19 de maio, quando saiu para atendimento médico, no Hospital Regional Tarcísio Maia.

A família prometeu se pronunciar sobre a morte dele. A direção da cadeia deverá se pronunciar nas próximas horas.

Compartilhe:


Família encontra no Sítio Panela do Amaro ossada de jovem desaparecido há 24 dias

JOVEM MOSSORÓ SIDUma agonia que já durava 24 dias com o desaparecimento do Jovem Jailson Felismino de Souza, de 37 anos de idade, terminou no início da tarde de domingo, 17 de maio de 2015. Uma ossada humana que foi encontrada dentro de um matagal no Sitio Panela do Amaro pode ser do rapaz procurado pela família.

O local onde os restos mortais foram encontrados fica cerca de 13 Km de onde ele morava com a mãe e três irmãos, no Sitio Estreito, na saída de Mossoró para Governador Dix Sept Rosado.

Segundo informações colhidas pelo Blog O Câmera, Jailson vinha tendo alucinações e antes que a família conseguisse um tratamento no Hospital Psiquiátrico em Mossoró, ele saiu de casa dizendo que ia assistir um Culto e nem apareceu na Igreja e nem retornou para sua casa.

A família registrou na delegacia seu desaparecimento e passou a procura-lo nas comunidades rurais da região. Na última quinta-feira, um trabalhador localizou uma camisa, que foi reconhecida como sendo a mesma que Jailson estava usando quando saiu de casa.

Amigos e familiares formaram um verdadeiro mutirão e intensificaram as buscas na região, onde a camisa foi encontrada e no início da tarde a ossada foi localizada. Ao lado foi encontrada uma carteira de bolso com seus documentos, o que faz a família acreditar que seja ele mesmo.

Os restos mortais que podem ser de Jailson Felismino de Souza foi removido pela equipe de plantão do Instituto Técnico e Científico de Polícia (Itep) para os procedimentos de identificação.

Compartilhe:


Depen acata recomendação do MPF e altera cardápio de penitenciárias federais‏

Alimentação de presos nas unidades federais, é alterada pelo Depen

Alimentação de presos nas unidades federais, é alterada pelo Depen

O Departamento Penitenciário Nacional (Depen) acatou a recomendação do Ministério Público Federal (MPF) em Mossoró, enviada no final de 2014, e reduziu em 25% a quantidade de calorias das refeições nas penitenciárias federais, para evitar o desperdício de alimentos e de dinheiro público. Segundo informações da direção da Penitenciária de Mossoró, em média 15kg de comida são jogados no lixo por dia, o equivalente a 450kg por mês, aproximadamente 5,4 toneladas ao ano.

Somente no almoço e no jantar, eram servidos 1kg de alimentos por preso, em cada refeição, constituindo as maiores fontes de desperdício. Com a redução, o novo quantitativo servido será de 715g por refeição. De acordo com o Depen, um especialista em nutrição foi contratado para elaborar um cardápio que atendesse as necessidades calóricas diárias, com redução das calorias, tendo em vista os relatos de desperdício de alimentos e de aumento de peso de vários internos.

O procurador da República Emanuel Ferreira, autor da recomendação, explica que os 15kg diários que vinham sendo desperdiçados representam 17% do total de alimentos adquiridos, que “retornam como sobra e vão para o lixo”. Levando-se em conta os 87 presos atualmente no local, esse desperdício equivale a um prejuízo de R$ 175.328,83 ao ano.

A capacidade total do presídio é de 208 presos, mas o contrato de fornecimento das refeições prevê em 167 a quantidade diária de fornecimento estimada. Considerando esse número, as perdas podem chegar a R$ 350.657,66. Os presos recebem cinco refeições diárias (desjejum, almoço, lanche, jantar e ceia), além de uma refeição especial em datas comemorativas. O contrato anual com a empresa fornecedora é de até R$ 2.062.692,15.

A recomendação do MPF, contudo, alertava que as reduções não podem vir a prejudicar o direito à alimentação adequada dos presos, mas sim buscar “o necessário equilíbrio entre o contratado e o que deve ser consumido, não se cogitando de qualquer perda de qualidade na alimentação fornecida”.

A atuação do MPF no caso mostra como é possível alcançar bons resultados através de instrumentos extraprocessuais como as recomendações expedidas, por exemplo, para se buscar uma melhor prestação dos serviços públicos. Evitando recorrer ao Poder Judiciário em situações possíveis de solução através do diálogo, o MPF cumpre seu papel de maneira dupla, eis que contribui para descongestionar o Judiciário, ocupando, ainda, seu espaço institucional com protagonismo”, observa o procurador.

Compartilhe:


Escola Judiciária Eleitoral do TRE/RN realiza debate sobre Impeachment em Mossoró

A Escola Judiciária Eleitoral (EJE), órgão educativo do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN), promove, nessa quinta-feira (7), às 14h30, Painel Eleitoral com a temática “O Impeachment e a Legitimidade da Escolha Popular” com os estudantes do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do RN (IFRN) – Campus Mossoró.

O evento terá como palestrantes: o juiz de direito e eleitoral José Herval Sampaio Júnior, Juiz de Direito, e o Promotor de Justiça, Ítalo Moreira Martins e inicia a proposta de interiorização da atuação da Escola Judiciária Eleitoral, ampliando para as Zonas Eleitorais do interior o trabalho que já vem desenvolvendo na capital.

O projeto “Painel Eleitoral” estará naquela cidade promovendo sua segunda edição para um público formado por alunos dos Cursos Técnicos de Nível Médio – Integrado e Subsequente, assim como os dos Cursos Superiores, Gestão Ambiental e Matemática que receberão certificados de 4horas e, para isso, necessitam se inscrever no momento da Palestra.

A Escola tem como meta promover o conhecimento, colaborando com o desenvolvimento de uma visão crítica, cuja metodologia, utilizada nos painéis, consiste na exposição por parte de dois debatedores, mediados pelo Diretor da Escola, o juiz de direito Sérgio Maia, membro da Corte Eleitoral e a participação ativa do público.

A primeira edição desse Painel foi realizado, no último dia 29 de abril, em parceria com a Faculdade Natalense de Ensino e Cultura – FANEC quando reuniu mais de 400 estudantes no auditório do Colégio Nossa Senhora das Neves, em Natal.

Para o diretor da EJE-RN, o juiz Sérgio Maia,  o Painel Eleitoral é uma iniciativa de grande importância para a consolidação da democracia. “Torna-se imprescindível que o povo entenda conceitos jurídicos elementares e os desdobramentos sociais derivados dos atos judiciais e político legislativos. Por tudo isso, a oferta da Escola Judiciária Eleitoral e seus parceiros mostra-se  pertinente ao momento que o país atravessa”, afirma o magistrado.

Compartilhe:


Dupla troca tiros com a polícia durante perseguição em Mossoró

Polícia troca tiros com dupla armada na cidade de Mossoró

Polícia troca tiros com dupla armada na cidade de Mossoró – (Ismael Souza via Mossoró HOJE)

Do Mossoró HOJE – Uma perseguição seguida de troca de tiros entre suspeitos e policiais militares aconteceu na manhã deste sábado (18), na Estrada da Raiz, na região Norte de Mossoró. Dois homens participaram da ação.

De acordo com a Polícia, a perseguição aconteceu depois que a dupla, que estava em um veículo do tipo Onyx, fugiu após avistar a viatura do Grupamento Tático Operacional Rodoviário (GTOR), do 2º DPRE. A guarnição solicitou, através do Ciosp, reforço para auxiliar na caçada aos dois elementos.

Segundo informações do Sargento Almeida, que comandou a operação, os elementos empreenderam fuga pela estrada carroçável e trocaram tiros com os policiais. “Um dos bandidos efetuou disparos de revolver contra a viatura, e em seguida revidamos. Os criminosos abandonaram o carro e fugiram adentrando o matagal”, disse o militar.

O veículo, um Chevrolet Onyx com placas FRS-8379 de São Paulo, foi roubado na capital paulista. Segundo as características repassadas pelos policiais, os suspeitos tratavam-se de um gordo e outro magro, com estatura mediana. O carro, com várias marcas de tiros, foi removido para a Delegacia de Plantão, no Alto de São Manoel para realização dos procedimentos.

Segundo o PM Clementino, do GTOR, uma quadrilha especializada em adulteração de placas e documentos de veículos roubados pode estar agindo na região de Mossoró. Durante a procura pelos elementos, um quadro de uma motocicleta do tipo Honda Titan foi encontrado pelos policiais.

Acreditamos que o local onde os criminosos estavam, pode ser usado pela quadrilha para desova de veículos roubados. Possa ser que exista uma quadrilha especializada em veículos roubados que adultera placas e a documentação dos veículos”, explicou.

Ainda segundo o policial, os criminosos utilizaram características e modelo de um veículo semelhante para clonar a placa e tentar despistar os policiais durante fiscalização.

Compartilhe:


Segundo MPF, grupo preso em Mossoró integrava organização criminosa

Polícia Federal coordenou às ações em mais uma etapa da Operação Salt em Mossoró

Polícia Federal coordenou às ações em mais uma etapa da Operação Salt em Mossoró

Os mandados de prisão cumpridos nesta sexta-feira (17) pela Polícia Federal em Mossoró, dentro da terceira etapa da chamada Operação Salt, resultaram de ações ajuizadas pelo Ministério Público Federal (MPF), que apresentou quatro denúncias por lavagem de dinheiro, uma denúncia por organização criminosa, uma denúncia por falsidade ideológica e um pedido de prisão preventiva, envolvendo um total de 20 pessoas (ver lista abaixo). O grupo é acusado de integrar uma organização criminosa que, desde 1990, especializou-se em praticar os crimes de sonegação fiscal, apropriação indébita previdenciária, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.

Por meio de um grande emaranhado de empresas, muitas delas de “fachada”, o chamado Grupo Líder conseguiu sonegar mais de R$ 500 milhões. As ilegalidades já haviam levado a Polícia Federal a deflagrar outras duas operações, sendo uma delas em dezembro de 2013 (Operação Salt I) e a segunda em 26 de março deste ano (Operação Salt II).

Muito embora algumas das empresas do grupo (ver lista abaixo) ostentem patrimônio e receita para saldar suas obrigações tributárias, a organização se utiliza do artifício de criar empresas que só existem no papel, inclusive constituídas a partir da utilização de ‘laranja’, para garantir o livre ingresso de receitas nos caixas do grupo, assim como o branqueamento de bens, mediante complexo esquema de blindagem patrimonial contra as ações da Receita Federal do Brasil”, destacam as ações, de autoria dos procuradores da República Aécio Tarouco e Emanuel Ferreira.

De acordo com as investigações, o Grupo Líder teria como “matriz” a empresa Tecidos Líder Indústria e Comércio Ltda., autuada pela Receita Federal pela primeira vez em 2004. Tal grupo protegeria o seu patrimônio dos órgãos ficais e de todos os seus credores, mediante sobreposição de empresas, sucessão empresarial, confusão e transferência patrimonial, dissolução irregular de diversas sociedades e interposição de pessoas como sócias das empresas.

O grupo desenvolve atividades na indústria de plástico, tecidos, resinas, extração de sal, revenda de combustível, de veículos, construção civil, transportes, maricultura, nos mesmos estabelecimentos simultânea e, por vezes, sucessivamente sob uma mesma unidade de comando e direção.

Funcionamento – Investigações da Fazenda Nacional concluíram que os valores monetários e bens não permaneciam nas empresas ditas “sujas”, com muitas dívidas com o Fisco e credores em geral. Eles eram continuamente transferidos a novas pessoas jurídicas, com a constituição formal de diversos CNPJs, vinculados aos mesmos CPFs ou aos CPFs de “laranjas”, geralmente familiares e empregados de Edvaldo Fagundes de Albuquerque, figura central da organização.

Das cinco denúncias apresentadas até agora, uma delas diz respeitos ao crime de falsidade ideológica, três a lavagem de dinheiro e uma quinta está relacionada ao crime de organização criminosa. As investigações envolvendo o Grupo Líder continuam em andamento, especialmente em relação ao crime de sonegação fiscal.

Em relação ao crime de apropriação indébita previdenciária, o MPF em Mossoró já ajuizou 11 denúncias, envolvendo diversas das empresas que integram o Grupo Líder, em momento anterior à operação denominada Salt.

Envolvidos:

Núcleo Administrativo (detinha o poder de mando)

1. Edvaldo Fagundes de Albuquerque

2. Ana Catarina Fagundes de Albuquerque

3. Edvaldo Fagundes de Albuquerque Filho

4. Eduardo Fagundes de Albuquerque

5. Rodolfo Leonardo Soares Fagundes de Albuquerque

6. Zulaide de Freitas Gadelha

Núcleo Contábil (responsável por instrumentalizar formalmente a constituição de diversas empresas fantasmas do grupo, contribuindo decisivamente para os delitos cometidos)

1. Tupinambá de Paiva Carvalho

Núcleo Operacional (composto pelas interpostas pessoas aliciadas pelos líderes da organização, compondo os popularmente chamados “laranjas”

1. Antônia Martins de Araújo

2. Antônio Fagundes de Albuquerque Neto

3. Carla Lígia Leite Barra

4. Denise de Souza Borges

5. Felipe Vieira Pinto

6. Genival Silvino de Sousa

7. Ivan Freitas da Silva

8. Jerônimo Antônio Ferreira Neo

9. Jose Bonifácio Dantas de Almeida

10. Manoel Inovilton de Paiva

11. Marcos Reigracion Borges

12. Miguel Ângelo Barra e Silva

13. Sebastião Aécio Borges

Empresas envolvidas:

1. ESS Empresa de Serviços Salineiros

2. EBS – Empresa de Sal LTDA

3. Diamante Cristal Indústria e Comércio de Sal LTDA – ME

4. Refinassal Indústria e Refinação de Sal LTDA

5. Líder Comércio e Indústria de Alimentos LTDA

6. West Import´s e Comércio LTDA

7. CBC Indpustria de Termoplástico Amazônia LTDA

8. Locmaquip Locadora & Construtora LTDA

9. Premolds Indústria & Comércio LTDA

10. EFA Gestão de Negócio LTDA

11. Revendedora de Combustível Portalegre LTDA

12. Realplast Indústria e Comércio LTDA

13. Comércio de Produtos de Petróleo Líder LTDA

14. Líder Comércio de Combustível de Lubrificantes LTDA

15. Revendedora de Combustíveis Portalegre LTDA

16. Ciemarsal Comércio e Indústria e Exportação de Sal LTDA

17. Ilha Refinaria de Sal LTDA

18. Dmarket Indústria e Comércio de Artefatos Plásticos LTDA

19. Tecidos Líder Indústria e Comércio LTDA

20. Rafitex Rafia têxtil LTDA

21. F.A. Veículos, Peças e Agenciamento LTDA

*Assessoria de Comunicação – Procuradoria da República no RN

Compartilhe:


PF transfere presos de Natal para a Penitenciária Federal de Mossoró

Transferência de preso de Natal para o presídio federal de Mossoró

Transferência de preso de Natal para o presídio federal de Mossoró

Uma operação da Polícia Federal transferiu na manhã desta quinta-feira (16), de Natal para a Penitenciária Federal em Mossoró, Região Oeste do Estado, dois presos: Victor Arden Barnard, líder religioso estadunidense norte-americano, de 53 anos, que aguardava, custodiado na PF, o julgamento do pedido de extradição por parte do Supremo Tribunal Federal (STF) e, também, um amazonense, 41, que estava recolhido na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, condenado por vários crimes, dentre eles, ter liderado no ano de 2002, uma sangrenta rebelião em um presídio de Manaus.

Considerado de alta periculosidade, o condenado é tido como fundador de uma organização criminosa denominada “Família do Norte” (FDN), ligada ao Comando Vermelho e já esteve custodiado na Penitenciária Federal de Catanduvas/PR, mas ao ser devolvido para o juízo de origem, no Amazonas, conseguiu fugir do complexo penal Anísio Jobim, durante um motim, através de um túnel, sendo preso posteriormente por policiais federais, em São Gonçalo do Amarante/RN, no último mês de janeiro, quando desembarcava no aeroporto internacional Aluísio Alves, utilizando-se de documentos falsos.

As duas transferências visam atender situação emergencial e foram autorizadas, temporariamente, pelo Juiz Corregedor da Penitenciária Federal de Mossoró.

Compartilhe:


José de Paiva lança seu primeiro livro de poesia nesta terça-feira em Mossoró

Jornalista José de Paiva Rebolças lança livro em Mossoró

Jornalista José de Paiva Rebouças lança livro em Mossoró

O poeta e jornalista José de Paiva Rebouças está lançando o seu mais novo trabalho: Catálogo Maçante das Coisas Comuns, vencedor do prêmio nacional da Livraria Asabeça, organizado pela editora Scortecci (SP). Para apresentar a obra, ele organizou um bate-papo nesta terça-feira, 14, às 19h, no Real Botequim, localizado na Praça da Convivência de Mossoró.

O lançamento do livro terá a apresentação do poeta e professor de literatura, Pedro Fernandes Neto, organizador da revista de poesia Se7e Faces e da revista de estudos saramaguianos. O ator Igor Fortunato fará uma interpretação de um dos poemas do autor com partes musicadas, permitindo uma nova visão sobre a obra. “Esta parceria com o Igor permitiu que déssemos vida àquilo que escrevi em parte do meu catálogo”, disse José, destacando ainda a participação do DJ Balinha. “É dele a responsabilidade pela trilha sonora deste momento”, completa.

José de Paiva é um dos autores mais premiados da atualidade. Além do prêmio da livraria Asabeça, conquistou em 2014 o primeiro lugar no Rota Batida de Literatura, maior prêmio literário do Estado, realizado pela Fundação Vingt-un Rosado com patrocínio da Petrobras. Ainda no ano passado, ficou entre os vencedores, em duas categorias, no concurso literário Américo de Oliveira Costa, realizado pela Editora da Universitária da UFRN.

O lançamento do “Catálogo Maçante das Coisas Comuns” abre um novo momento do Real Botequim de Mossoró que, a exemplo do que já acontece em Natal, passará a abrir suas portas para projetos artísticos e culturais. A ideia dos setores de marketing e comunicação é atrair este público seleto e ampliar as possibilidades do espaço. “Aproveito o clima pop do Real para mostrar o meu poema que tenta sair do igarapé do livro e percorrer pelo sensorial, ou seja, sair do papel para a vida”, finaliza o poeta José de Paiva Rebouças.

Compartilhe:


Governador prestigia inauguração da Intertv Costa Branca

Governador Robinson Faria participa da inauguração da Costa Branca

Governador Robinson Faria participa da inauguração da Costa Branca

O governador Robinson Faria prestigiou na noite desta quinta-feira, 9, a inauguração oficial da InterTV Costa Branca, afiliada da Rede Globo, em Mossoró, que já está no ar desde o dia 27 de março, mas hoje ocorreu a festa oficial de inauguração. Foram investidos mais de R$ 40 milhões no projeto. “Mossoró vive um momento sublime. A cidade recebeu uma TV que já nasceu grande e que vai atingir 123 municípios a partir da capital do oeste, e que vai mostrar as belezas, a cultura e a economia cada vez mais pujante desta região“, assinalou.

A Intertv Costa Branca exibirá programas produzidos no interior do estado, como o Inter TV Rural, que ocupará a faixa das sete da manhã do domingo, no horário atualmente ocupado pelo Cabugi Comunidade e terá apresentação da jornalista Sara Cardoso. O raio de cobertura da Intertv Costa Branca atingirá mais de 1,5 milhão de telespectadores. Antes, toda a cobertura era da Inter TV Cabugi, que continua atuando em toda a Região Metropolitana de Natal.

Compartilhe:


PF deflagra operação contra crimes tributários em Mossoró

Polícia Federal deflagrou operação em Mossoró

Polícia Federal deflagrou operação em Mossoró

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (26/3), em Mossoró, Região Oeste do Estado, a “Operação Salt II”, visando reprimir uma suposta organização voltada à prática de crimes tributários e lavagem de dinheiro, cuja atuação foi detectada preliminarmente em dezembro de 2013 e resultou na deflagração da “Operação Salt”, pela própria PF, naquela cidade.

A operação de hoje, cumpriu quatro mandados de buscas e apreensão nas sedes de três empresas e na residência de um empresário mossoroense do mesmo grupo que, após análise do material apreendido em 2013, vinha se utilizando de meios fraudulentos para importar máquinas industriais dos Emirados Árabes e declarar à Receita Federal, um valor subfaturado, resultando em um menor pagamento de tributos.

Além da sonegação, a conduta criminosa dos envolvidos, revelou ainda, a prática de lavagem de dinheiro devido a origem ilícita dos recursos utilizados para a compra do maquinário.

A PF utilizou cerca de 15 policiais na operação e contou ainda com o auxílio de Auditores da Receita Federal do Brasil.

O nome da operação, que significa „sal‟ em inglês, se deve à atuação do principal investigado que é empresário do ramo salineiro naquela Região.

Compartilhe:


Operação Mossoró Integrada aborda cerca de 500 pessoas e apreende entorpecentes e veículos

Polícia intesifica abordagens na cidade de Mossoró

Polícia intesifica abordagens na cidade de Mossoró

Policiais Militares e Guardas Municipais de Mossoró atuaram integrados, na tarde desta quinta-feira (26), numa eficiente ação de combate ao crime denominada Operação Mossoró Integrada. Mais de 20 bairros do município contaram com um verdadeiro “pente fino” das forças de segurança o que resultou na abordagem de cerca de 500 pessoas a pé e em veículos. Foram vistoriados 115 automóveis e 178 ciclomotores e apreendidos três menores por uso de entorpecentes, duas gramas de maconha e 14 ciclomotores. Uma pessoa foi presa em flagrante por embriagues ao volante.

A operação, realizada durante toda a tarde e início de noite, consistiu no emprego de patrulhamento tático-móvel, juntamente com montagens de barreiras fixas, blitz e abordagens. A iniciativa dos Policiais Militares e Guardas Municipais foi bastante elogiada pelos mossoroenses e deverá ocorrer semanalmente, em dias e horários alternados.

Participaram da operação, policiais do 2º e do 12º Batalhão de Policia Militar de Mossoró, com apoio do 2º DPRE, da Companhia Independente de Proteção Ambiental (CIPAM), do Esquadrão de Polícia Montada (EPMon) e dos guardas municipais. Ao todo, 80 policiais militares e 20 guardas civis estiveram envolvidos na ação.

Compartilhe:


Governo do Estado libera recursos para pagamento de cooperativas do Hospital da Mulher

Hospital de mulher de Mossoró

Hospital de mulher de Mossoró

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Planejamento e Finanças (Seplan), liberou nesta última quinta-feira (19), recursos em torno de R$ 1,2 milhão para pagamento – referente ao mês de janeiro – a prestadores de serviço do Hospital Parteira Maria Correia (Hospital da Mulher), em Mossoró. Os prestadores atuam nas áreas de anestesiologia, ginecologia e obstetrícia, fisioterapia e neurocirurgia pediátrica. Já havia sido liberado o pagamento da cooperativa de pediatras.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) tem concentrado esforços para atualizar os pagamentos, a fim de evitar interrupções nos atendimentos das unidades de saúde. “Temos trabalhado fortemente para negociar o pagamento junto aos credores referente às dívidas contraídas anteriormente. Esse esforço se associa ao trabalho de vencer as dificuldades originadas pela própria existência dessas dívidas. Dessa forma, a Sesap tem se debruçado com muita intensidade para que tudo seja resolvido sem trazer prejuízos para a população”, disse o secretário de estado da Saúde, Ricardo Lagreca.

Sesap libera orçamento de R$ 7 milhões para Hospital Tarcísio Maia

Também foram garantidos recursos, em orçamento, na ordem de R$ 7.289.294,85 milhões para o Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró.

Os recursos são advindos do tesouro estadual (R$ 3.712.000,00) e de fontes federais (R$ 3.577.294,85, sendo R$ 1.907.382,85 relativos à Rede de Urgência e Emergência). O valor será aplicado na aquisição de equipamentos, material de consumo, prestação de serviços e obras.

Compartilhe:


Polícia Civil elucida homicídio em Mossoró

Nesta quinta-feira (19) o suspeito de cometer um assassinato no início do mês em Mossoró, Sadrake Caetano de Lima, se apresentou na Delegacia de Homicídios da cidade e confessou ter assassinado Wendson Alves da Silva, “vulgo Xexeu”, 33 anos. Sadrake disse ter agido em legítima defesa, segundo ele a vítima estava com uma faca peixeira tentando o matar.

“Xexeu”, morador do Bairro Dom Jaime Câmara, foi atingido na região abdominal com um disparo de arma de fogo no dia 06 de Março de 2015 e no dia 10 de março veio a óbito no Hospital Regional Tarcísio Maia.

Sadrake e a vítima eram inimigos e teriam se encontrado no dia do ocorrido, próximo a Escola Publica das Malvinas.

Compartilhe:


Operação Integrada aborda 573 pessoas e vistoria 221 veículos em Mossoró

abordagens em Mossoro

abordagens em Mossoro

Oitenta policiais e vinte guardas municipais participaram nesta quinta-feira (5) de uma de operação integrada, em Mossoró, com o intuito de coibir a criminalidade e garantir a paz social no município. Cerca de 12 viaturas e 3 motocicletas foram empenhadas para auxiliar nas ações de saturação que ocorreram em toda zona Urbana do município. Durante a ação, várias equipes foram distribuídas em pontos estratégicos. Ao todo foram abordadas 573 pessoas e vistoriados 221 veículos, sendo 174 motocicletas e 47 carros. Também foram apreendidos R$ 840 em dinheiro fracionado, 300g de maconha, 250g de cocaína, uma arma calibre 12 e duas motos.

“Visando otimizar os recursos disponíveis na Secretaria de Estado da Segurança Pública e na Defesa Social (Sesed) e garantir melhores resultados à população, a Polícia Militar estará realizando novas ações como esta, periodicamente, em locais e horários inopinados. A PM está unida pela segurança do cidadão”, disse o Major PM João Sérgio de Oliveira Fagundes, Comandante do 12º BPM.

A Operação contou com a participação de policiais do 2º e do 12º Batalhão de Policia Militar, com apoio do Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE), da Companhia Independente de Proteção Ambiental (CIPAM), do Esquadrão de Polícia Montada (EPMon) e dos guardas municipais. Os infratores detidos nesta Operação e o material apreendido foram conduzidos à Delegacia de Plantão de Mossoró onde ficará à disposição da justiça.

Compartilhe:


PM detém acusados de tráfico em Mossoró

Alexsuel Andrade Soares do Rosário e Johnny Kleber da Costa Barbosa, ambos com 23 anos, foram detidos no fim da tarde desta quinta-feira (5) durante uma operação integrada, que ainda está em andamento, em Mossoró, reunindo policiais do 2º e do 12º Batalhão de Policia Militar, com apoio do Comando de Polícia Rodoviária Estadual (CPRE), da Companhia Independente de Proteção Ambiental (CIPAM), do Esquadrão de Polícia Montada (EPMon) e dos guardas civis municipais.

Com eles a PM apreendeu R$ 840 em dinheiro fracionado e certa quantidade de maconha. Ambos são acusados de estarem comercializando entorpecentes. Alexsuel Andrade Soares do Rosário é bem conhecido da polícia e encontrava-se em liberdade condicional respondendo pelos crimes de furto e homicídio. Os dois infratores foram conduzidos à Delegacia de Plantão de Mossoró onde ficarão à disposição da justiça.

prisões em Mossoró

prisões em Mossoró

Compartilhe:


Voltar ao topo