Os donos de carros pipas que atuam a disposição do 1º Batalhão de Engenharia de Construção, irão parar as suas atividades na próxima segunda-feira, (25), caso não recebam os pagamentos atrasados há 3 meses.

De acordo com os representantes dos pipeiros, já houve contato com o comando do Batalhão em Caicó, e eles foram informados que o atraso ocorre por causa de problemas burocráticos.

Os carros levam água para a zona rural no Seridó do Rio Grande do Norte e cidades da Paraíba.

Os representantes confirmam que mantiveram contato com o Ministério da Integração Nacional, responsável pelo repasse ao Exército que coordena a Operação Pipa, e foram informados que não existe atraso no envio dos recursos.